sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Aprender a descansar é fundamental


Oii amigos,
2009 começou com muito trabalho e por isso hoje depois de uma semana daquelas, estou sonhando com uma rede preguiçosa para deitar...( Quem é nordestino, sabe que nada melhor do que relaxar numa rede e se for numa varanda assim, melhor ainda).
Passados os primeiros 15 dias nesse ritmo acelerado,sei que preciso rever minhas prioridades ou vou repetir alguns erros de 2008, então partilho com vocês este texto sobre a importância de saber descansar:
Beijinhos e um maravilhoso final de semana
_____________________________________________________
"O descanso está ligado à paz de espírito e à maneira como enfrentamos os desafios"

O monge vietnamita Thich Nhat Hanh conta no livro A Essência dos Ensinamentos de Buda (ed. Rocco) uma história zen em que um homem passa cavalgando muito rápido por uma estrada.
Outro homem, parado na beira do caminho, pergunta para onde ele está indo com tanta pressa: “Não sei, pergunte ao cavalo”.
O cavalo, explica o monge, é a força de nossos costumes, que nos puxa.
“Estamos sempre correndo e isso já se tornou um hábito”, diz ele. “Tomamos uma xícara de chá sem aproveitar o sabor. Sentamo-nos com a pessoa que amamos, mas não percebemos que ela está ali. Estamos sempre em outro lugar, pensando no passado ou no futuro.”
Dar uma pausa na loucura é fundamental para regenerar os tecidos do corpo. Mas para isso é preciso aprender a relaxar todos os dias, não só nas férias. Para Thich Nhat Hanh, aquietar a mente é mais importante. Uma maneira de lidar com a rotina puxada é apostar na boa alimentação, na atividade física regular – ioga e caminhada – e na meditação.
Além desses cuidados, a maior limpeza que podemos fazer internamente é mudar o jeito como nos relacionamos com a vida, com as pessoas e com o relógio, principalmente.
No livro Para Viver em Paz (editora Vozes), Thich Nhat Hanh lembra que lutar contra o tempo só exaure. Então, pense que não há o tempo do trabalho, o do trânsito, o dos filhos, mas que esse tempo é todo seu, porque é a sua vida e você estará experimentando cada minuto dele.
Fonte:http://www.abril.com.br/noticias/ciencia-saude
com informações da Bons Fluidos

7 comentários:

Mel disse...

Ô rede boa, gente!!
Já sinto o vento nos cabelos enquanto balanço ao ver essa paisagem dos céus!
:)
Beijos e bom descanso, Marilac!
Mel

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Oi Mari,
Andava com saudades de suas postagens e de suas palavras.
Bom começar o dia lendo-as!
Adoro uma boa rede, além dom bom relaxamento que ela proporciona, ela me traz boas lembranças da infância.
Também comecei o ano trabalhando bastante, depois do recesso de fim de ano, tenho dado plantões diretos no Hospital Veterinário da universidade, já que a colega que reveza comigo encontra-se de férias; mas tem sido gratificante, gosto do que faço e poder ajudar os animais e seus donos (especialmente os mais simples) dá uma alegria e conforto íntimo especiais, sempre digo aos colegas e alunos que não há maior recompensa que o reconhecimento e o carinho dos pacientes e seus donos.
Como havia lhe dito, tenho buscado modificar alguns hábitos do dia-a-dia e o esforço da atividade, tanto física quanto espiritual, tem sido grande para melhor aproveitar o tempo.
Reescutei recentemente uma frase de um grande ser humano que dizia: “não é o tempo que passa, somos nós que passamos pelo tempo”. Que possamos melhor aproveitar essa nossa passagem, pois o tempo é concessão divina e dele devemos sempre fazer bom uso.
Um beijo de carinho do amigo,
Benja.

Sabrina disse...

Sempre é tempo de mudarmos hábitos antigos, principalmente quando esses não estão encaixando muito bem com o que desejamos para nós. E se for para se jogar numa rede de vez em quando com direito a um ventinho de fim de tarde, então vá lá logo!!! :DDDD

Tem meme para vc lá no Jardim ;*

Rose disse...

O pessoal aqui do Rio também ama uma "redinha" para uma boa leitura ou simplesmente para deixar o pensamento correr solto!...
O descanso é realmente fundamental para reabastecermos as energias, "Mari".
Senti bem de perto essa necessidade nos últimos meses. Às vezes, exageramos no ritmo de trabalho e adoecemos por falta de equilíbrio.
Ficarei mais atenta daqui por diante...
Beijos de carinho,
Rose.

Carol Timm disse...

Mari,

Eu morei uma única vez numa casa em minha vida. Foi na cidade de Vitória, capital do Espírito Santo. Lá, além além dos dois suportes de rede, minha mãe achou de colocar mais duas. Eram tardes adoráveis com cada um da família, ou hóspedes numa das quatro redes.

Rede sempre vai me lembrar a única casa que morei... pois depois retornamos ao apartamento no Rio.

É uma saudade e um prazer balançar suavemente numa rede...

Beijos e boa semana para nós!
Carol

Mira_azevedo disse...

Oi MA,
somos pessoas presas ao tempo...
- é a força de nossos costumes, que nos puxa.
Deixamos de aproveitar as marvilhas que o PAI nos regala a cada instante.E assim vivemos estressados e sem tempo.
Pues, precisamos cambiar de atitude e melhorar nossa maneira de viver.
O descanso é indispensavel a saude fisica e mental.

E vc como estä?''
Um grande abrazo, saudades

Beth/Lilás disse...

Ai, que tô precisando de uma rede assim!
Realmente prezo muito o descanso, a paz de espírito, a comunhão com a natureza!
Lindo seu post!
beijão carioca