domingo, 18 de janeiro de 2009

Antoine de Saint-Exupéry


Aqueles que passam por nós não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

A grandeza de um homem depende da intensidade de suas relações com Deus.

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas

O essencial é invisivel aos olhos

8 comentários:

Rose disse...

Exupéry demonstra sabedoria...
As palavras que você selecionou são importantes reflexões para cada dia. Trouxeram-me doces lembranças da época em que encenava "O Pequeno Príncipe"...
Obrigada por isso, "Mari"!
Beijos!
Rose.

Andrea disse...

OI Querida!
Obrigada pelos comentários no blog.
Li o pequeno príncipe na adolescência por indicação do meu avô. Esta semana eu tinha colocado no meu orkut justamente a frase : o essencial é invisível aos olhos.
É verdade...ainda não tivemos a oportunidade de nos encontrar pessoalmente mais o mais importante são os laços de amizade que nos unem.
Uma boa semana p/ ti amiga!
Fica com Deus.
Bjs.

Sala Amarela do JI Vasco da Gama disse...

Ola Marilac,


Passa na Viagem dos Amarelinhos pois tens lá um miminho...


Bjs

. fina flor . disse...

adooooooooooooro :o)

obrigada por seu comentário generoso no canteiro, viu!

beijos

MM.

Mel disse...

E ainda dizem que é um livro para crianças... Com tantos adultos precisando lê-lo.
Beijos pra ti, Marilac. E obrigada por indicar o blog do meu irmão ao teu sobrinho!
:)
Boa noite!

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Mari,
As palavras de Exupéry me tocam o coração intimamente, pois, como a Rose, elas me trazem ternas e belas recordações...
Saudades de um tempo de muitos sonhos, de muita união e fraternidade.
"O essencial é" sempre "invisível aos olhos, só se vê bem com o coração".
Beijo de carinho do amigo,
Benja.

Ela disse...

sim o essencial é invisível.
Saber da existência, saber que há um contato, uma visita um carinho. Manter contato, estar presente. Isto tudo é essencial.

Gabriel disse...

Um dos textos que escrevi, e que mais gosto, é justamente sobre o pequeno príncipe... a relação entre cativar e responsabilidade é realmente profunda, e devemos refletir bastante sobre ela nas questões práticas do cotidiano...

mas não acho que podemos medir a grandeza das pessoas de acordo com as relações que elas possuem com deus... definitivamente, não concordo com isso... acho que as relações das pessoas com o mundo a sua volta dizem muito mais...

beijos!