quarta-feira, 17 de junho de 2009

As coisas simples


"A volta eterna as coisas simples acontece quando estamos de bem com o mundo e mergulhados no curso da vida.O brilho de uma jarra, o canto de uma criança na casa vizinha, um cão que late na distância.De mãos dadas com a realidade, não somos a favor nem contra: as coisas existem, e nós as amamos porque existem"
O som do silêncio
Luiz Carlos Lisboa

2 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Mari,
Apreciar as coisas simples, observar os detalhes, em especial da criação divina, encantar-se com as pequenas coisas e com os pequenos gestos, são exemplos de sensibilidade das almas puras e grandes que sabem a verdade e buscam a essência da vida.
Que possamos deter nossa atenção e nosso coração nas pequeninas coisas da vida, onde encontramos grandes lições de Perfeição, Sabedoria e Amor.
Beijo de carinho e saudade do amigo,
Benja.

Blog do Óbvio disse...

Muito bonito, Marilac. Veja a complexidade de um ser humano. Como tudo funciona perfeitamente nêle. Pois foi criado na simplicidade de Deus. Da mesma forma a natureza toda. Uma simplicidade que está perdendo o valor e na realidade é essencial. Beijos. Manoel.