terça-feira, 19 de agosto de 2008

Pensamentos


"Estive pensando nesse mistério que faz com que aquela vida que acaba de encontrar a nossa nos deixe com a impressão de estar no nosso caminho desde sempre..."


Ana Jácomo - extraido do texto Esse mistério


Foto: Castelo de São Jorge- Marilac


6 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Estes mistérios Mari, só o coração explica presentemente. Um dia iremos ter a compreensão perfeita desse encontro que na verdade foi um reencontro de almas. A noção exata do momento eternizado em que os caminhos se encontraram, unindo os corações para sempre.
Pessoalmente trago uma grande alegria de poder ter amigos assim ao meu lado e saber que estaremos sempre juntos apesar de qualquer distância.
Beijo de carinho do amigo,
Benja.

Paulo disse...

E ficou tudo dito em poucas palavras.

Eternessências disse...

Eu sempre penso nisto...
A vida tem me proporcionado bons e belos (re-)encontros!...
Sobre isso, entretanto, já tenho algumas certezas que me consolam!...
Um beijo, querida!
Rose.

Paulo disse...

Talvez por o que dizes, a minha cor preferida seja o azul:)

Carol Timm disse...

A vida é mesmo cheia de mistérios, Mari... nós mesmos somos um deles.

Eu sempre me surpreendo comigo mesma e com a vida de um modo geral.

O amor, esse sentimento que nos move, mesmo quando não encontramos alguém com quem compartilhá-lo tanto, ainda assim é imenso e significativo.

O amor dos amigos, o amor das crianças, na natureza, no azul do céu... O amor é sempre vida que brilha e, quando nos habita, remove montanhas e aproxima distâncias.

Beijos e um bom final de semana para nós!
Carol

Ela disse...

eu amo esta sensação de descobrir alma gêmea.

Lindo , lindo!
Saudade de ti.